"Se não te agradar o estylo,e o methodo, que sigo, terás paciência, porque não posso saber o teu génio, mas se lendo encontrares alguns erros, (como pode suceder, que encontres) ficar-tehey em grande obrigação se delles me advertires, para que emendando-os fique o teu gosto mais satisfeito"
Bento Morganti - Nummismologia. Lisboa, 1737. no Prólogo «A Quem Ler»

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Conversa bibliófila: outras formas de escrita...



Hotel Palace Bussaco

Hoje proponho-vos um passeio. vamos até ao Palace Hotel do Bussaco.

Depois de se admirar este maravilhoso hotel, bem enquadrado pelos seus jardins, porque não nos aventurarmos a dar um passeio pela mata do Buçaco.


Hotel Palace Bussaco
Jardins

É um óptimo exercício, bastante benéfico para a saúde, e, sobretudo, para relaxar o espirito.
Foi isto que fiz há alguns dias.


Vale dos Fetos

Durante o meu passeio e, sempre com a minha curiosidade inata de tentar descobrir algo diferente, foi com certo entusiasmo que encontrei este poema que aqui vos deixo:


«Flores para Sylvia»

Não me atraiu a atenção pela elevada qualidade do poema, mas, sobretudo, pela forma da sua “publicação”: um painel de azulejos quase escondido na mata! Para todos aqueles, como eu que tanto gostam de livros, não devemos esquecer que a escrita também pode, e deve ser, divulgada de outras formas.


«Flores para Sylvia»
Pormenor

Bom passeio ... e boa pausa para estas, ou outras leituras, ouvindo o chilrear dos pássaros e o murmúrio da água, nos seus cursos, antes de mergulhar nos pequenos lagos.


“Assinatura” do autor

Prometo voltar em breve com textos “escritos” ou “manuscritos”, pois é esse o nosso objecto de estudo e divulgação, mas como já tenho dito: nem só de livros se alimenta o nosso espírito. Há toda uma vida para ser vivida e desfrutar dos seus prazeres!


Pormenor da pintura dos azulejos

Como diz Gabriel García Márquez: “La vida no es la que uno vivió, sino la que uno recuerda y cómo la recuerda para contarla." in «Vivir para contarla» (Barcelona, Mondadori, 2002. 2. ª edição)

Saudações bibliófilas.

2 comentários:

Marco Fabrizio Ramírez Padilla disse...

Mi estimado Rui.

Me da gusto saber, que te andas paseando por tan hermosos lugares, sobre todo, por que significa que te encuentras bien.
Tiene mucha razón,lo verdaderamente importante es la belleza de la representación de la palabra escrita, en este caso engrandecida por el entorno.
El soporte en el que se encuentre, es sólo otro elemento de la composición.

Saludos bibliófilos

rui disse...

Estimado Marco Fabrizio

Gracias por tu comentario.
Me alegra que tengas gustado de estos hermosos lugares.
Te agradezco tu interés por mi salud.

Saludos bibliófilos.