"Se não te agradar o estylo,e o methodo, que sigo, terás paciência, porque não posso saber o teu génio, mas se lendo encontrares alguns erros, (como pode suceder, que encontres) ficar-tehey em grande obrigação se delles me advertires, para que emendando-os fique o teu gosto mais satisfeito"
Bento Morganti - Nummismologia. Lisboa, 1737. no Prólogo «A Quem Ler»

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Hermann Demen – uma história em torno de um enigma




Marca de impressor
Coloniae Agrippinae // sumptibus Hermanni Demen

Como é habitual, quando tenho de ira Lisboa em serviço ou tratar de qualquer assunto, tenho por hábito visitar um dos meus amigos livreiros-antiquários

Desta vez tive o prazer de me deslocar à Livraria Artes & Letras para trocar algumas impressões com o Luís Gomes e depois visitei a Livraria Olisipo do meu estimado amigo José Vicente.

Calhou em conversa falar-se do Padre António Vieira, que neste momento parece ter uma procura acrescida quer em Portugal quer no Brasil.

O José Vicente mostrou-me um livro dos seus Sermões impresso em Colónia (Coloniae Agrippinae) e em latim por um tal Hermann Demen. (1)


VIEIRA, Padre António – SERMONES // SELECTISSIMI

VIEIRA, Padre António – SERMONES // SELECTISSIMI, // Foecunditate Materiarum, Sublimitate, // Subtilitate, & acumine Conceptuum // admirabiles: // Idiomate Lusitanico conscripti & variis typis evulgati, // Nunc in Cartusia Coloniensi latinitgate donati. // Cum triplici Indice, Thematum, Locorum Sacrae Scripture, // & rerum memorabilium. // PARS PRIMA. // (à Pars Tertis). // Coloniae Aggripinae [Colónia] // Hermanni Demen M.DCLXXXXII (1692). 3 Partes. In-4º Encs. em 1 de [16], 356, [45], 369, [42], 414, [28] pág.

A edição, apesar de ter uma encadernação relativamente modesta – embora se enquadre no tipo religioso da obra – e um pouco danificada, despertou a minha curiosidade pela qualidade da sua impressão, mas o que me despertou mais a atenção foi o impressor para mim desconhecido. Acabei por lho solicitar para estudo, ao que este prontamente acedeu.

(Convirá dizer que nestas coisas não sou um perito, aliás bem longe disso!)

VIEIRA, Padre António – SERMONES // SELECTISSIMI
(Encadernação)

Mas o meu estimado amigo poucos elementos forneceu que pudessem esclarecer-me sobre este tipógrafo, pelo que, como “trabalho de casa”, efectuei algumas pesquisas na Internet.

(De facto, nestes tempos, torna-se bastante mais simples certas pesquisas quando nos sentamos em frente de um computador e com um dos vários motores de pesquisa conseguimos, quase sempre, encontrar uma resposta).

Como resultado descobri que Hermann Demen foi um tipógrafo que terá exercido a sua actividade em Colónia – Alemanha entre 1665 e 1710 e que nasceu muito provavelmente em 1636. A actividade terá passado para os seus herdeiros, pois que encontrei um livro editado por eles em francês, mas em Colónia. Trata-se de: Memoires pour servir a l'histoire de France. A Cologne : Chez les Héritiers de Herman Demen, 1719.

Do mesmo, encontrei obras na Biblioteca Municipal de Lisboa e na Biblioteca Nacional, impressas entre 1676 a 1698 (2):

Bignoni, Mario, OFMCap, m. 1660 – [Encyclopaediae seu scientiae universalis concionatorum ... / per admodum R. P. Marium Bignoni... Coloniae Agrippinae : apud Hermannum Demen 1676]. 3 vol. ([8], 350, [68] p. ; [8], 479, [33] p. ; [8], 440, [24] p.); in 4º.

Quadragesimale sive discursus praedicabiles in omnes totius quadragesimae dominicas et ferias / opera et studio... Augustin Paoletti... Coloniae Agrippinae : apud Hermannum Demen 1677.

[Caelum empyreum non vanis & fictis constellationum monstris beluattum; sed divum domus Domini Jesu Christi, eiusque illibatae Matris Mariae... nec non Sacrarum religionum, patriarcharum aliorumque tutelarium,... splendid illustratum... / per P. R. P. Henricum Engelgrave... Coloniae Agrippinae : sumptibus Hermanni Demen, 1690].

Lux evangelica sub velum sacrorum emblematum recondita in omnes dominicas totius anni, selectâ historiâ & morali doctrina variè adumbrata / P. R. P. Henricum Engelgrave... Editio novissima, recognita, aucta et à plurimus mendis, in prioribus editionibus commissis, expurgata. Colonia Agrippinae : sumptibus Hermanni Demen 1690.

Theologia dogmatica et moralis secundum ordinem catechismi Concilii Tridentini in quinque libros distributa... / auctore R. P. Natali Alexandro.... Coloniae Agrippinae : sumptibus Hermanni Demen, 1698.

Mas o facto que mais me fascinou foi ao ver a versão ebook de Mundus symbolicus, pois continha muitos elementos comuns com o exemplar que tinha entre mãos.

Mundus simbolicus – Frontispício


Mundus simbolicus – Página de título


Mundus simbolicus – Authores emblematum

Picinelli, Filippo, 1604-ca. 1667 – Mundus symbolicus, in emblematum universitate formatus, explicatus, et tam sacris, quàm profanis eruditionibus ac sententiis illustratus : subministrans oratoribus, praedicatoribus, academicis, poetis &c. innumera conceptuum argumenta - Coloniae Agrippinae : Sumptibus Hermanni Demen, M.DC.LXXXVII (1687) Com gravuras no frontispício e vinhetas de Johann Eckhard Löffler (ca.1630-1675) (3)

posteriormente, pude ver mais alguns dos seus trabalhos em LIBISnet Cat for: Demen, Hermann (Köln) (1665-1710):

em The history of the Jesuit Book Collection – Bibliotheca imaginis figuratae: http://www.jesuitica.be/fulltextbooks/



Palaestra eloquentiae ligatae, Vol 1


Palaestra eloquentiae ligatae, Vol 1


Palaestra eloquentiae ligatae, Vol 2

Presumi estar perante um impressor com trabalhos de muito boa qualidade, ainda que pouco referenciado na literatura bibliográfica, mas sentia-me ainda um pouco em dúvida em relação aos dados que conseguira recolher.

(Para os menos bem informados, como é o meu caso, convêm ter sempre contactos amigáveis com quem nos possa esclarecer, ou ajudar a decifrar, algum enigma que nos surja nas nossas andanças bibliófilas)

Felizmente incluo nesse grupo o bom amigo Alain Marchiset, livreiro-antiquário de Paris proprietário da Librairie L'Intersigne, pelo que o contactei para tentar esclarecer as minhas dúvidas.

Este prontamente respondeu-me, mas também pouco adiantou em relação a dados biográficos sobre Hermann Demen; no entanto, trouxe mais uma achega para esta questão: o livro que tinha entre mãos estava incompleto!

Com efeito, dos Sermones selectissimi imprimiram-se mais dois tomos em 1695, pelo que a obra completa consta de cinco volumes e não de três.

Para uma informação mais detalhada, ou não fosse Alain Marchiset um perito na matéria, enviou-me as referências da obra em causa que localizara.

Referiu o exemplar que se encontra na BNF (Biblioteca Nacional de França):

Auteur(s) : Vieira, António (1608-1697)
Titre(s) : Admodum reverendi patris Antonii Vieira,.. Sermones selectissimi... idiomate lusitanico conscripti... nunc in Cartusia Coloniensi latinitate donati, cum triplici indice, thematum, locorum Sacrae Scripturae et rerum memorabilium... [Texte imprimé]
Publication : Coloniae Agrippinae : sumptibus H. Demein, 1692-1695
Description matérielle : 5 vol. in-4°
Notice n° : FRBNF31574327

Bem como da existência de mais três outros exemplares, com a mesma descrição física, na Biblioteca comunale Giosue' Carducci - Citta' di Castello – PG (Itália), Biblioteca de Zurique (Suiça) e National Library of Australia.

Ainda que pouco mais possa esclarecer sobre Hermann Demen, fiquei com uma boa informação sobre esta edição, diga-se que rara, dos Sermões do Padre António Vieira impressa em Colónia.



Vejamos então mais em pormenor esta edição – incompleta – que tenho entre mãos.

Trata-se dum exemplar impresso a duas colunas com a página de título, apenas da Primeira Parte, impressa a preto e vermelho, pois que a Segunda e Terceira Partes são apenas impressas a preto. A impressão é de caracteres bem nítidos e cuidada.

O livro em si apresenta a margem superior algo curta, como aliás acontece nas obras desta época.





































Apresenta vinhetas tipográficas de boa execução, sendo algumas com cunho de belo efeito, mesmo nas mais simples de todas.











As capitulares são todas enquadradas em motivos vegetalistas e também com boa execução técnica. Os cunhos utilizados revelam-se pouco gastos.





















Espero não os ter aborrecido demasiado com estas minhas divagações bibliófilas, pois com elas apenas pretendi demonstrar como em bibliofilia os contactos que estabelecemos ao longo do nosso percurso como coleccionadores, ou simples estudiosos, devemos cultivar este tipo de amizades, para podermos recorrer, com humildade, junto de alguém que sabe sempre mais do que nós, por maior que sejam os nossos conhecimentos. Eu assim procedo.

Saudações bibliófilas.


Notas:

(1) Para os mais interessados nas edições em latim dos Sermões do Padre António Vieira, deixo a indicação, para consulta, deste link da Elenco Record:

(2) Na Biblioteca Municipal de Lisboa veja-se:

(2) Na Biblioteca Nacional de Portugal veja-se:

(3) ebook acessível para download em:


2 comentários:

Bach disse...

¡¡Internet e a salvaçao para um bibliófilo aprendiz como eu!!!Graças a blogs como el teu aprendo muitas cosas.
Un abrazo.

rui disse...

Bach,

Todos continuamos "aprendizes", por mais que tenhamos estudado - e isto mesmo na nossa área profissional (que no meu caso não tem nada a ver com isto) - e atrevo-me mesmo a dizer: “ai de nós se pensarmos que já sabemos tudo”.

Podemos ser mais ou menos curiosos!
No meu caso não gosto de ver “pontas soltas”, daí a razão deste artigo que tem apenas um carácter meramente ilustrativo da forma de partilhar conhecimentos e dúvidas e de chamar a atenção para a ajuda que se pode estabelecer entre nós os bibliófilos.

Como disse o filósofo: “Eu só sei que nada sei!”.
É um bom ponto de partida para qualquer investigação.

Um abraço

PS: O teu português está a progredir…parabéns.