"Se não te agradar o estylo,e o methodo, que sigo, terás paciência, porque não posso saber o teu génio, mas se lendo encontrares alguns erros, (como pode suceder, que encontres) ficar-tehey em grande obrigação se delles me advertires, para que emendando-os fique o teu gosto mais satisfeito"
Bento Morganti - Nummismologia. Lisboa, 1737. no Prólogo «A Quem Ler»

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Bauman Rare Books – December 2010 Holiday Catalogue




December 2010 Holiday Catalogue

Aqui está mais um belo Catálogo desta Livraria sediada nos Estados Unidos. Trata-se do December 2010 Holiday Catalogue.

Como sempre as obras são de uma grande qualidade e raridade, apresentando alguns exemplares que nos fariam bem felizes se figurassem nas nossas bibliotecas.

Como abertura temos logo estes três magníficos exemplares. Logo de entrada, temos este exemplar da biblioteca de Charles Dickens em Gadshill Place: “First edition, first issue of this Christmas classic, with four hand-colored steel-engraved plates by John Leech, the only one of Dickens’ first editions to contain hand-colored illustrations. This copy exceptionally desirable, hailing from Dickens’ own library at Gadshill Place, with his bookplates; it later belonged to leading American financier and collector W.W. Corcoran.”





Segue-se este outro, com uma encadernação de uma beleza e requinte por demais notáveis: “Spectacular edition of “these portraits of beautiful women, seen against a background of history,” with 38 rich photogravures of contemporaneous paintings, including portraits of Madame de Pompadour, Marie Antoinette, Lady Hamilton and Joan of Arc. Luxuriously bound by Sangorski & Sutcliffe in the Cosway style, with beautiful inlaid centerpieces and splendid watercolor painting of Joan of Arc set into the doublure. From the famous Doheny library, sold in 1987.”





E remato com este terceiro exemplar: “Splendid, early 15th-century illuminated manuscript Marian Book of Hours, featuring numerous initials with dramatic gold highlights and several leaves with extensive floral marginal decoration, as well as three fine tipped-in illuminations, handsomely bound. A beautiful production.”





E bem, creio que neste momento, estaríamos seguramente super felizes, mas completamente arruinados. Que grande “infelicidade” é ser-se bibliófilo e ter bom gosto!

Mas, infelizmente, ainda há mais; senão vejamos este belo Corão: “Imposing and beautiful illuminated manuscript Persian Qur’an, impressively scribed and featuring two double-page opening and closings illuminated in gold, blue, orange and red, several illuminated headings, and very extensive gilt and polychrome ornamentation, handsomely bound in early 19th-century full morocco with boards geometric bordered in gilt and black and center panels displaying gilt arabesques."





E porque não nos determos neste belo in-fólio de 1561: “Fifth edition of Chaucer’s Works, the rare and important 1561 first Stowe edition, with large woodcut title page of Chaucer’s heraldry, splendidly bound in period style.”?





Lá vamos folheando o Catálogo e encontraremos um conjunto das obras de Jane Austen:





34. AUSTEN, Jane. Works. London, circa 1939. Five volumes. Small octavo, contemporary three-quarter olive calf gilt. Lovely later edition of Austen’s novels, handsomely bound by Rivière & Son.

De Jorge Luís Borges (referido recentemente nalguns blogues):



38. BORGES, Jorge Luis. Ficciones. Buenos Aires, 1944. Octavo, original blue paper self-wrappers. First edition of Borges’ most important work, which, along with El Aleph, forms the core of Borges’ literary output and stands as a landmark of modern literature. An excellent, about-fine copy in original pale blue paper wrappers—most scarce and desirable thus.

E este excepcional conjunto de literatura infantil com um armário livreiro bem a condizer:



Ainda de Charles Dickens, este exemplar, se bem que mais modesto, mas de uma evidente raridade nestas condições (caso contenha todas as páginas de anúncios como se deve exigir):



54. DICKENS, Charles. Bleak House. London, 1852-53. Octavo, original blue paper wrappers, custom clamshell box. Scarce first edition in original parts and wrappers. With 40 engraved illustrations by Hablot Knight Browne (“Phiz”), including frontispiece and vignette title page. All in original blue wrappers.

Por fim, quero apenas referir este exemplar de Ernest Hemingway. Claro que a minha opinião será sempre suspeitosa, pois Hemingway é um dos meus autores favoritos, visto ter aprendido e desvendado muito pela leitura dos seus romances, nomeadamente fez-me ter uma visão do povo espanhol que não era bem aquela que aprendi na escola – “coisas doutros tempos” e “da minha meninice”, mas que hoje ainda não esqueci.

Mas voltando á obra, podemos discordar do seu preço, que não da sua raridade! Se disse, e mantenho, que In Our Time é o seu livro mais raro e procurado publicado nos USA, convirá salientar que este seu primeiro trabalho foi impresso em França – Paris.

“A superb association copy of one of the rarest and most desirable Hemingway titles: the first and only edition of the author’s first book, one of an edition of only 300 copies, this copy warmly inscribed by Hemingway to Eric Edward “Chink” Dorman-Smith, Hemingway’s first and closest adult friend: “For Chink with love from Popplethwaite, Paris—August 1923.”



Encontraremos os Harry Potter, os Ian Fleming e muitos outros, que talvez vos espantem, como a mim me causa admiração a sua inclusão nestes Catálogos, mas são gostos e nesta quadra pré-natalícia devemos desculpar de tudo um pouco.

Boa consulta e leitura deste Catálogo … e se tiverem a sorte de descobrir um exemplar dentro das vossas capacidades financeiras tanto melhor.

Saudações bibliófilas.

2 comentários:

Galderich disse...

Estoy mareado con estas cifras!

rui disse...

Galderich,

De facto estamos perante preços de loucos!

E que dizer quando um Livro de Horas do séc. XV está cotado por $38,000 e o de Hemingway está cotado por $145,000?

Gosto muito do Hemingway, mas convenhamos que esta raridade tem um preço “descabido” no mínimo.